SÃO PAULO - Os preços do petróleo seguem trajetória de baixa nesta manhã. O fortalecimento do dólar e a notícia de que o governo americano decidiu liberar os estoques de cru de suas reservas estratégicas mexiam com os negócios.

Os agentes esperam os relatórios de danos das empresas na região do Golfo do México após a passagem do furacão Gustav. Aparentemente, o furacão não causou os estragos esperados. As instalações petrolíferas no Golfo ficarão fechadas até a inspeção completa de plataformas e refinarias.

Ontem, o Departamento de Energia dos EUA decidiu emprestar 250 mil barris de petróleo da reserva estratégica do país para a refinaria Citgo. O óleo é necessário por causa do fechamento do canal Calcasieu, da Louisiana, e da interrupção do fornecimento de petróleo devido ao Gustav, comentou o órgão do governo em nota.

Minutos atrás em Londres, o Brent para outubro declinava US$ 1,49, cotado a US$ 106,85. O vencimento de novembro diminuía US$ 1,51, saindo a US$ 108,32.

Ontem, esses contratos registraram recuo de ao redor US$ 1.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.