SÃO PAULO - Os agentes nos mercados de petróleo estudam os números mais recentes referentes às reservas de cru e destilados dos Estados Unidos. O Departamento de Energia do país revelou aumento de 400 mil barris nos níveis de cru na semana passada em meio a expectativas de recomposição de 2,7 milhões de barris.

Em gasolina, as reservas cresceram em 3,8 milhões ante projeções de acréscimo de 1,4 milhão de barris. As marcas de destilados subiram em 5,6 milhões de barris - agentes previam queda.

Os investidores também estão atentos à reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) no dia 17 na Argélia.

Há instantes em Londres, o Brent para janeiro cedia US$ 0,30, transacionado a US$ 41,23. O contrato de fevereiro baixava US$ 0,18, para US$ 43,87.

Em Nova York, o WTI com entrega em janeiro era negociado a US$ 41,93, com queda de US$ 0,14. O vencimento de fevereiro recuava US$ 0,36, a US$ 44,30.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.