Tamanho do texto

Os preços dos contratos futuros de petróleo estão em queda nesta manhã, na esteira da constatação de que o risco de o furacão Dolly prejudicar a produção de petróleo no Golfo do México continua baixo, distanciando-se da região onde estão as instalações das companhias petrolíferas. O mercado opera também na expectativa do relatório sobre estoques de petróleo nos EUA, que sai às 11h35 (de Brasília), já que qualquer aumento nos estoques de petróleo e de produtos poderá aprofundar a queda da commodity.

Em boletim divulgado às 6 horas (de Brasília), o Centro Nacional de Furacões dos EUA disse que o centro do furacão, categoria 1, estava cerca de 105 quilômetros do sudeste de Brownsville, no Texas, movendo-se a noroeste. O furacão deve atingir a categoria 2 antes de atingir a costa na fronteira do Texas com o México, mais tarde. Espera-se que o furacão traga chuvas no sul do Texas e no nordeste do México nos próximos dias, com possibilidade de tornados isolados em algumas regiões do sul do Texas.

Às 8h03 (de Brasília), o contrato com vencimento em setembro do petróleo leve (tipo WTI), negociado no pregão eletrônico da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), caía 1,65% para US$ 126,30 o barril; o petróleo Brent para setembro, negociado na plataforma eletrônica ICE, recuava 1,65% para US$ 127,41 o barril. Ontem o petróleo fechou em baixa de mais de 2%, em Londres e Nova York. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.