Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Preço do imóvel nas metrópoles dos EUA tem maior queda em 21 anos

Nova York, 26 ago (EFE).- O preço do imóvel nas dez maiores cidades dos Estados Unidos caiu 17% em junho em relação ao mesmo mês de 2007, o que supõe a maior queda nos últimos 21 anos, segundo o índice Case-Shiller divulgado hoje pela Standard & Poors.

EFE |

Desde que a agência de classificação de risco começou a publicar estes dados em 1987, nunca antes tinha sido registrada uma queda anual tão acentuada.

A baixa registrada em junho superou o recorde alcançado em maio, quando o preço dos imóveis havia despencado 16,9%.

Nas 20 principais cidades do país, os imóveis baratearam 15,9% entre os meses de junho de 2007 e de 2008, o que também supõe a maior queda anual desde que o alcance do índice Case-Shiller foi ampliado, em 2000.

Em maio, o preço do imóvel nessas 20 cidades caiu 15,8%.

Em respeito a maio, os preços desceram em junho 0,6% nas 20 principais cidades americanas e 0,5% nas dez maiores.

O presidente do comitê de índices da Standard & Poor's, David Blitzer, assinalou que "embora não haja uma mudança de sentido na evolução dos preços do setor imobiliário residencial, algumas regiões do país estão tentando se recuperar, o que se traduz em uma certa moderação na queda em nível nacional".

"Foram registradas quedas anuais recordes tanto no índice das dez como no das 20 maiores cidades dos EUA em junho. No entanto, estão muito perto dos valores registrados em maio", apontou Blitzer.

Las Vegas continua sendo a metrópole americana mais afetada pela queda de preços do imóvel, com um barateamento anual de 28,6%, seguida por Miami e Phoenix, que respectivamente tiveram baixa de 28,3% e 27,9%.

Los Angeles (25,3%), San Diego (24,2%), San Francisco (23,7%) e Tampa (20,1%) completam a lista de cidades com que tiveram queda superior a 20% no preço dos imóveis em dados anualizados. EFE bj/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG