Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Preço do imóvel na China caiu em janeiro

Pequim, 12 fev (EFE).- A crise econômica começou a bater no setor imobiliário chinês, que se mantinha a salvo até então, segundo mostram as estatísticas de janeiro, quando o preço do imóvel caiu 0,9% anualizado, após a primeira queda de dezembro.

EFE |

Os números, revelados hoje pela Comissão Nacional de Reforma e Desenvolvimento da China (principal órgão econômico), indicam que, no caso do imóvel novo, a queda foi ainda mais pronunciada, de 1,4% anualizado, e 0,6 ponto percentual mais rápida que em dezembro.

As duas quedas são mais pronunciadas que a de dezembro, quando foi registrado o primeiro declive do preço do imóvel na China, de 0,4% anualizado, e também o primeiro retrocesso desde que a comissão começou a publicar este dado, em 2005.

O preço das casas novas sofreu em janeiro a baixa mais pronunciada em cidades orientais de alto desenvolvimento econômico, como Shenzhen, com 16,5%; Guangzhou, 9%, e Xiamen, 5,6%.

No entanto, o preço da casa popular aumentou 0,4% anualizado nas 70 principais cidades chinesas no mês passado.

A incerteza diante da situação econômica esfriou a aquisição de imóveis, segundo Yin Bocheng, especialista da Universidade de Fudan (China), citado pela agência oficial de notícias "Xinhua".

Apesar de Pequim ter anunciado, em dezembro, um plano de estímulo centrado no imóvel acessível, que pode chegar a estabilizar os preços no segundo semestre do ano, na opinião de Li Guoping, analista da agência de consultoria imobiliária Top Consult. EFE mz/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG