Nova York, 30 dez (EFE).- O preço médio das residências unifamiliares nas 20 maiores cidades dos Estados Unidos caiu 18% em um ano, a maior queda registrado desde 2000, quando Standard & Poors (S&P) começou a estudar estes valores.

A agência de classificação informou hoje os dados correspondentes a outubro do índice Case-Shiller.

Só em outubro a baixa em relação ao mês anterior foi de 2,2% nas 20 maiores cidades do país e se registraram quedas de preços nessas regiões tanto mensais como anuais.

Caso se restrinja o rádio de observação às dez maiores cidades dos Estados Unidos, a queda é ainda maior, de 19,1%, o que representa também uma diminuição recorde para os arquivos desse índice, que, neste caso, se elabora desde 1988.

"O mercado de baixa continua, os preços das casas já estão nos níveis de março de 2004", assegurou hoje o presidente do comitê de índices de S&P, David Blitzer, ao apresentar os dados.

Nas 10 maiores cidades, a queda acumulada alcança 25% desde que os preços alcançaram seu recorde histórico, em meados de 2006, enquanto entre as 20 maiores urbes a queda é de 23,4%.

Em 14 das 20 cidades estudadas se observaram quedas anuais recorde, todas elas superiores a 10%.

Chamam a atenção as quedas registradas em Phoenix (-32,7%), Las Vegas (-31,7%), San Francisco (-31%), Miami (-29%), Los Angeles (-27,9%), San Diego (-26,7%), Detroit (-20,4%), Tampa (-19,8%), Washington (-18,7%) e Mineápolis (-16,3%). EFE mgl/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.