Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Preço da cesta básica recua em 14 capitais, diz Dieese

O preço médio da cesta básica diminuiu em setembro, na comparação com agosto, em 14 das 16 capitais brasileiras pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). De acordo com a Pesquisa Nacional de Cesta Básica, divulgada nesta quinta-feira pela instituição, os únicos aumentos no valor médio do conjunto de produtos alimentícios essenciais foram apurados em Florianópolis (2,04%) e Rio de Janeiro (0,42%).

Agência Estado |

Os técnicos do Dieese destacaram, entretanto, que, de maneira diferente da observada em agosto, as quedas foram menos significativas nos preços das cestas. Enquanto em agosto as retrações superaram a marca de 10% em quatro localidades, em setembro os recuos mais expressivos foram de 7,34% em Belém, 6,96% em Salvador, 5,28%, em Aracaju e 5,15%, em Curitiba. Em Brasília e São Paulo, as baixas nos preços da cesta foram de 3,55% e de 2,68%, respectivamente.

Por conta de mais uma queda mensal na cesta das capitais, a variação acumulada em 2008 também diminuiu na maior parte das cidades pesquisadas. Segundo o Dieese, 11 localidades acumularam, entre janeiro e setembro, alta do valor do conjunto básico abaixo de 10%, com destaque para Belém (0,62%), Aracaju (2,86%) e Goiânia (4,72%). As maiores elevações ocorreram em Florianópolis (17,10%), Curitiba (16,49%), João Pessoa (14,66%) e Brasília (14,39%). Em São Paulo, a cesta apresentou alta de 9,34% e, no Rio de Janeiro, de 10,86%.

O Dieese salientou, no entanto, que, nos últimos 12 meses encerrados em setembro, os aumentos em todas as capitais pesquisadas continuaram a ser muito expressivos, ainda que em variações inferiores às apuradas para o período de um ano encerrado em agosto. As maiores altas foram verificadas nas cestas de Brasília (25,18%), Goiânia (24,49%), Curitiba (23,49%), João Pessoa (22,94%) e Belo Horizonte (22,37%).

Aracaju (12,03%), Porto Alegre (12,27%) e Natal (12,60%) apresentaram as menores variações acumuladas no período. No Rio de Janeiro e São Paulo, a cesta acumulou variações de 14,70% e de 20,76%, respectivamente.

Leia mais sobre cesta básica

Leia tudo sobre: cesta básica

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG