Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Prazo para renegociação da dívida rural termina dia 14

Brasília, 03 - Termina no próximo dia 14 o prazo para adesão ao processo de renegociação das dívidas rurais previsto na Lei 11.775/08, a antiga Medida Provisória (MP) 432.

Agência Estado |

A lei prevê redução de taxa de juros, ampliação do prazo para pagamento e descontos para quitação ou renegociação para R$ 75 bilhões de um total de R$ 87,5 bilhões em dívidas do setor rural. O prazo inicial para adesão terminou em 30 de setembro, mas uma decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN) deu mais prazo aos agricultores.

Na mesma reunião, em setembro, o CMN também estendeu para 30 de dezembro o prazo de manutenção de situação de normalidade (adimplência) das operações do Programa de Recuperação da Lavoura Cacaueira. Para aderir à renegociação, o produtor deve protocolar uma carta no banco manifestando seu interesse em repactuar o que deve, o que lhe garantirá benefícios como o alongamento de prazos para pagamento de débitos, taxas de juros menores, descontos sobre os saldos devidos e retorno à situação de adimplência.

O prazo de 14 de novembro, previsto na Resolução nº 3612 do Banco Central (BC), contempla dívidas de securitização I e II, PESA, Recoop, Funcafé, Programa de Recuperação da Lavoura Cacaueira, investimentos agropecuários (BNDES, Moderfrota, Finame Agrícola Especial), Prodecoop, Fundos Constitucionais de Financiamento (FNO, FNE e FCO), operações realizadas no âmbito do Pronaf (investimentos e custeio), Procera, e crédito fundiário.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG