Brasília, 10 - O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, afirmou hoje que o governo deve estender o prazo para contratação da linha de crédito destinada ao refinanciamento das dívidas de investimento dos agricultores do Centro-Oeste. O Conselho Monetário Nacional (CMN) estabeleceu no mês passado a data limite, de 31 de dezembro, para contratação do financiamento.

Os produtores rurais reclamam, no entanto, que a linha não está disponível nos bancos porque o Banco nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) não repassou uma circular às agências.

A reclamação foi apresentada hoje pelo deputado Homero Pereira (PR-MT) a Stephanes e ao ministro da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos, Mangabeira Unger. O deputado disse que além dessa linha para refinanciamento, o Fundo de Recebíveis do Agronegócio (FRA), cujo objetivo é quitar dívidas dos produtores com as empresas fornecedoras de insumos, também corre o risco de não sair do papel.

Além dos ministros e deputados, participaram da reunião as principais lideranças do agronegócio. Durante o encontro, o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Carne Suína (Abipecs), Pedro de Camargo Neto, disse que as medidas anunciadas pelo governo "atenderam à demanda do sistema financeiro, mas não do sistema produtivo".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.