Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Positivo: volume de vendas de computadores deve cair em novembro

A Positivo Informática informou que espera um recuo no volume de vendas de computadores em novembro. Segundo o presidente da companhia, Hélio Rotenberg, o varejo deve apresentar resistência aos aumentos de preço que devem ser praticados pela companhia para compensar a alta do dólar.

Agência Estado |

Cerca de 80% dos custos de produção da Positivo são atrelados à moeda norte americana. "Em meados de novembro teremos este embate com o varejo, mas eles tendem a aceitar os preços porque todos os fabricantes estão fazendo reajustes", disse há pouco, em teleconferência com analistas e investidores.

A expectativa da companhia é de que os varejistas devem retomar as compras à medida em que seus estoques diminuam. Para contornar o aumento dos custos sem afetar suas vendas, a Positivo pretende adaptar alguns produtos para manter os preços antigos. Para isso, reduzirá o tamanho dos monitores, por exemplo. "Vamos manter o modelo de R$ 1,799 mil, mas ele terá um monitor de 19 polegadas e não 22 polegadas", disse. Para Rotenberg, a estratégia deve garantir um bom faturamento no Natal. "Teremos uma pequena queda em volume, mas o faturamento deve se manter em função do aumento dos preços", disse.

Segundo o executivo, as vendas da Positivo se mantiveram fortes em outubro, sem sinais de restrição de crédito no varejo. Até o momento, a companhia não revisou seu planejamento estratégico em função da crise internacional por acreditar que o mercado interno deve continuar aquecido. Os investimentos de R$ 72,2 milhões para este ano foram mantidos, mas Rotenberg não fez projeções para 2009. "Vai depender do andamento da crise e da continuidade do crescimento do Brasil", disse.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG