Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Positivo Informática prometeu para novembro o lançamento de notebooks com modem de terceira geração (3G) embarcado de fábrica. Com esses equipamentos, o PC pode acessar redes de banda larga sem fio diretamente, sem a necessidade de o usuário comprar um modem externo adicional.

Segundo o presidente da empresa, Hélio Rotenberg, a companhia ainda está negociando com qual operadora fará o lançamento do notebook com modem 3G. Ele disse, porém, que a Vivo, com a qual a empresa já tem uma série de parcerias, está mais próxima.

"Ainda estamos negociando, mas dada nossa proximidade, a probabilidade de escolhermos a Vivo é grande, embora ainda estejamos discutindo com outras operadoras", afirmou o executivo. Ele apresentou hoje em São Paulo as novas linhas de PCs de mesa (desktops), notebooks e mini-portáteis da companhia.

Entre os lançamentos, a empresa ampliou sua oferta de mini-portáteis - notebooks de tela pequena, baixo preço e com poucos recursos, indicados principalmente para acessar a internet e realizar tarefas simples. A Positivo havia sido a primeira empresa nacional a fabricar esses PCs, que estão cada vez mais se tornando uma categoria independente de produtos, com o lançamento do seu Mobo, em maio.

Até agora, afirma Rotenberg, a demanda pelos Mobo tem superado as expectativas da companhia. "Há fila de distribuidores querendo o Mobo para vender", afirma o executivo.

Com o lançamento de hoje, a empresa passará a ter três linhas de mini-portáteis, com tamanhos de tela variando entre 7 polegadas, 9 polegadas e 10 polegadas. Alguns dos modelos serão equipados com o processador Atom, da Intel. Eles serão os primeiros PCs brasileiros a utilizar o recém lançado chip, a aposta da Intel para o mercado de mini-portáteis. Até agora, esse segmento era suprido principalmente por processadores de tecnologia mais antiga, como os Celeron, ou fabricados pela concorrente VIA Technologies.

Além dos mini-portáteis, a Positivo ainda lançou uma nova linha de desktops que, como principal característica, oferece uma frente removível de acrílico - como a de alguns celulares - que permitem que o usuário use "máscaras" impressas para personalizar seus computadores.

"(José Sergio Osse | Valor Online)"