Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Positivo: preço de computador deve subir R$ 100 a R$ 200 em novembro

A Positivo Informática prevê um aumento de R$ 100 a R$ 200 nos preços dos seus produtos no varejo a partir de meados de novembro. O reajuste será praticado para compensar a alta do dólar.

Agência Estado |

Cerca de 80% dos custos de produção da Positivo são atrelados à moeda norte americana. "Calculei estes preços cinco vezes nos últimos dez dias", disse o presidente da empresa, Hélio Rotenberg, referindo-se à volatilidade do câmbio provocada pela crise internacional.

Apesar de esperar um recuo temporário das encomendas dos varejistas neste mês, o executivo destacou que as grandes redes de lojas estão protegidas porque contam com capital próprio para financiamento. Ele citou a rede Casas Bahia, seu maior comprador neste segmento, o Ponto Frio, a Magazine Luiza, o Carrefour e o Wal-Mart. "Não sentimos nenhuma mudança no varejo em outubro", disse. No entanto, ele disse que a Casas Bahia alongou um dos financiamentos ao consumidor para 21 vezes para manter a parcela em R$ 49,90, enquanto o Carrefour reduziu o número de parcelas de um tipo de venda sem juros de 12 vezes para 8 vezes.

Durante a teleconferência com analistas e investidores, o executivo mostrou-se irritado com um analista que afirmou que a Positivo teria tido dificuldades para obter financiamentos no mercado. "Nunca tivemos este problema", disse. O executivo explicou que a empresa preferiu fazer um empréstimo de até R$ 100 milhões com seus acionistas controladores em outubro porque as condições eram mais vantajosas do que as de mercado.

A companhia não comentou os rumores de que teria contratado o UBS Pactual para avaliar propostas de interessados em sua compra. Não surgiram questionamentos sobre o tema na teleconferência, onde as perguntas eram restritas a analistas de mercado.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG