Tamanho do texto

A Positivo Informática informou há pouco que os rumores de que a companhia poderia ser vendida para a chinesa Lenovo "não têm qualquer fundamento, uma vez que inexiste negociação em curso com a Lenovo." Em fato relevante, a companhia afirmou que, após verificar a ocorrência de um aumento atípico no volume dos negócios com os papéis da empresa no pregão de hoje da BM&FBovespa - bem como uma oscilação acima da média nas cotações das suas ações - e depois de tomar conhecimento de rumores a respeito da suposta venda do seu controle, consultou os acionistas controladores, que negaram a negociação.

A Positivo Informática informou há pouco que os rumores de que a companhia poderia ser vendida para a chinesa Lenovo "não têm qualquer fundamento, uma vez que inexiste negociação em curso com a Lenovo." Em fato relevante, a companhia afirmou que, após verificar a ocorrência de um aumento atípico no volume dos negócios com os papéis da empresa no pregão de hoje da BM&FBovespa - bem como uma oscilação acima da média nas cotações das suas ações - e depois de tomar conhecimento de rumores a respeito da suposta venda do seu controle, consultou os acionistas controladores, que negaram a negociação. As ações ordinárias da Positivo chegaram a disparar 10,59% na Bolsa e fecharam com alta de 6,46%, diante de notícia do site Trading Markets de que o grupo chinês teria concluído a aquisição da fabricante brasileira.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.