Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Portugal Telecom diz se preparar há 3 anos para adversidades

Mesmo com a crise internacional, a Portugal Telecom não vai reduzir os investimentos no Brasil. Neste momento, a empresa investe na cobertura de rede para celulares de terceira geração (3G) no Brasil.

Agência Estado |

"O período do mercado obriga a uma contenção, a critérios mais rígidos sobre onde investimos e como investimos, mas queremos ter a maior e a melhor cobertura 3G no Brasil até o final do ano", afirmou à Agência Estado o presidente da operadora, Zeinal Bava.

Segundo Bava, a empresa vem se estruturando há três anos para a alteração das condições do mercado. "Nós nos preparamos para esses desafios desde 2005. Temos um balanço sólido, porque fizemos muitos refinanciamentos em 2005 e temos uma maturidade da dívida de cinco anos a um custo de 4%. A empresa está preparada para atender a todos os seus compromissos, seja de investimentos no negócio, seja satisfazer todos os compromissos assumidos com os investidores. Apesar do momento difícil, a empresa está muito bem preparada para fazer frente aos desafios que vêm pela frente".

Bava considera necessário dar um voto de confiança aos órgãos competentes. "Temos que, acima de tudo, fazer fé que as autoridades, os bancos centrais, os reguladores e as pessoas que estão ligadas à supervisão (do mercado) irão tomar as melhores decisões para defender a economia".

O presidente da Portugal Telecom lembra que a Vivo, em que a empresa tem 50% do capital junto com a Telefónica, é líder no Brasil, com participação de 31% do mercado de telefonia móvel e 43 milhões de assinantes.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG