Lisboa, 12 out (EFE).- O Governo de Portugal oferecerá 20 bilhões de euros para garantir as operações financeiras entre os bancos que operam em Portugal, anunciou hoje o ministro das Finanças português, Fernando Teixeira dos Santos.

A medida significará que, quando uma entidade pedir um empréstimo a outra no mercado interbancário nacional, a operação contará com a garantia e apoio do Estado, disse o ministro português, após participar de um Conselho de Ministros extraordinário para analisar a crise financeira internacional.

O titular de Finanças afirmou que a medida servirá para reforçar a capacidade do sistema financeiro português e para "melhorar o acesso à liquidez", já que, como ressaltou, "sem financiamento da atividade econômica, não é possível o progresso".

Além disso, negou que a medida seja um sinal de fraqueza das entidades financeiras nacionais, mas se trata de uma iniciativa exclusivamente destinada à obtenção de liquidez.

Santos garantiu que, apesar da solidez dos bancos portugueses, a situação dos mercados internacionais provocou dificuldade no acesso ao crédito.

O ministro português esclareceu que a garantia hoje aprovada representa 11,7% do PIB português e que é uma medida que não trará conseqüências para os próximos orçamentos.

Santos ressaltou também que a iniciativa conta com o apoio e colaboração do Banco de Portugal. EFE arm/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.