Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ponto Frio fecha lojas e busca clientes de classe média

A Globex, controladora da rede Ponto Frio, vai acelerar o processo de fechamento de lojas que apresentem baixa performance de vendas e rentabilidade, disse em teleconferência com analistas financeiros o diretor presidente da companhia, Manoel Amorim. Segundo ele, essas lojas serão substituídas por outras localizadas em regiões onde as classes A, B e C representem mais de 50% entre o público consumidor potencial.

Agência Estado |

"Vamos começar a focar na classe média emergente", afirmou Amorim. O executivo argumentou que o aumento na taxa básica de juros, a partir de abril, elevou a base de clientes inadimplentes, afetados pela menor disponibilidade de recursos, em função da inflação dos alimentos. "As empresas com foco na baixa renda vão sofrer de forma mais acentuada os efeitos da inflação", disse.

Segundo o executivo, a nova campanha publicitária, que deverá entrar no ar nos próximos dias, já vai refletir a mudança de perfil da empresa, com anúncios de produtos com prestações acima de R$ 100. No segundo trimestre, a receita bruta com as vendas cresceu 10,1% e a área de compras aumentou 4,1% em relação ao mesmo período de 2007, totalizando 323,4 mil m². De abril a junho foram inauguradas 5 lojas e fechadas outras 5, mantendo a cadeia de 437 lojas. Amorim disse que pelos menos 30 lojas devem ser abertas até o fim do ano. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG