Tamanho do texto

O primeiro-ministro polonês, Donald Tusk, anunciou neste domingo a aprovação de um programa de estabilização e desenvolvimento para os anos 2009-2010 de 91,3 bilhões de zlotys (24 milhões de euros), para enfrentar as conseqüências da crise econômica mundial.

"Trata-se de um programa de estabilização e desenvolvimento, pois a Polônia está na situação de um país que vai continuar se desenvolvendo", declarou o primeiro-ministro à imprensa.

"Felizmente, as conseqüências da crise mundial para a Polônia não são muito graves", afirmou.

Também neste domingo, o ministro polonês das Finanças, Jan Rostowski, anunciou que seu ministério sugeriu abaixar a previsão de crescimento econômico atual, de 4,8%, incluída no projeto de orçamento para 2009.

De acordo com a nova previsão, o Produto Interno Bruto (PIB) polonês terá um crescimento de 3,7%.

mc/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.