A Polaroid lançou na quinta-feira a versão digital das fotografias instantâneas que tornaram a empresa famosa, uma câmera que inclui uma impressora sem tinta, a PoGo, pequena o suficiente para ser carregada a todos os lados.

A inovação, apresentada no Consumers Electronic Show (CES) de Las Vegas, foi lançada dois anos depois do fim da produção das câmeras Polaroid instantâneas com filme.

A PoGo retoma a tecnologia da impressora Zink, lançada há um ano e comercializada desde junho, que pode imprimir sobre papel térmico colorido as fotos enviadas por telefones celulares e outros aparelhos portáteis.

"Basta pressionar um botão para escolher entre as fotos digitais da câmera, enquadrá-las ou retocá-las, e imprimir em cores, em menos de 60 segundos, imagens de 5 x 7 cm, tudo em apenas um aparelho", destaca a Polaroid.

"É a versão digital de nossa câmera instantânea, que os consumidores adoram desde os anos 70", afirmou o diretor geral de imagens digitais da Polaroid, Jon Pollock.

A Polaroid, que recorreu à proteção de lei de falências (Capítulo 11) mês passado para fazer uma reestruturação, garante que não é mais necessário sacudir as fotos impressas para acelerar a revelação da imagem.

A câmera fotográfica instantânea PoGo mede 11,75 x 7,5 cm e pesa menos de 300 gramas. A foto impressa sai da parte de trás da máquina e não por baixo, como acontecia na versão tradicional.

O aparelho será comercializado nos Estados Unidos a partir de março a 200 dólares.

chr/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.