SÃO PAULO - A Polaroid pediu proteção contra credores sob o Capítulo 11 da Lei de Falência dos Estados Unidos a fim de facilitar a reestruturação de suas finanças. A requisição de concordata foi necessária por causa de uma investigação da companhia controladora da Polaroid, o Petters Group Worldwide. O grupo, estabelecido por Tom Petters, detém a fabricante de câmeras desde 2005.

Tom Petters está sob investigação por um suposto esquema de fraude que comprometeu a situação financeira da Polaroid. Sob custódia, Petters alega ser inocente. O Petters Group Worldwide LLC pediu proteção contra credores em 11 de outubro.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.