Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Plenário da Câmara pode desvincular cargos de 2º vice e de corregedor

BRASÍLIA - O Plenário da Câmara realiza sessão às 14 horas, com Ordem do Dia prevista para as 16 horas, e poderá votar o Projeto de Resolução 149/09, que desvincula a Corregedoria da 2ª Vice-Presidência da Casa. O presidente da Câmara, Michel Temer, disse ontem que levará o assunto à Mesa Diretora e aos líderes na reunião marcada para o início da tarde desta terça-feira; se houver acordo, o projeto poderá entrar na pauta de votações. Na quarta-feira, haverá nova eleição para a 2ª Vice.

Valor Online |

" Eu vou examinar o assunto na Mesa, mas evidentemente já havia um traçado nessa direção, de modo que a tendência é desvincular a Corregedoria da 2ª Vice " , adiantou o presidente, em entrevista nessa segunda-feira.

Pela proposta, o corregedor ganhará status semelhante ao do procurador parlamentar e ao do ouvidor, sendo indicado pelo presidente da Câmara.

Se houver a desvinculação, segundo Temer, o corregedor será nomeado logo em seguida à eleição do 2º vice, e será um parlamentar com condições pessoais, políticas e morais para ocupar o cargo, para não haver nenhuma espécie de impugnação.

O projeto para separar os cargos foi apresentado na última semana pelo deputado Raul Jungmann (PPS-PE), logo que começaram a ser divulgadas notícias de supostas irregularidades envolvendo o então 2º vice-presidente e corregedor, deputado Edmar Moreira (DEM-MG). Moreira renunciou no domingo à 2ª Vice, abrindo mão consequentemente da Corregedoria.

Entre as denúncias, está a suspeita de que o deputado tenha omitido à Justiça Eleitoral a propriedade de um castelo no interior de Minas Gerais. Moreira também é acusado de apropriação indébita de contribuições previdenciárias de funcionários. Em carta enviada ao presidente Michel Temer, Edmar Moreira alegou inocência e disse ter renunciado ao cargo na Mesa para se defender do que classificou de mentiras divulgadas contra ele.

De acordo com Michel Temer, a nova eleição para a 2ª Vice-Presidência será realizada na quarta-feira. Ele informou que, pelo critério da proporcionalidade partidária, esse cargo deverá continuar com o DEM, assim como a Corregedoria.

Temer disse esperar que o DEM consiga chegar a um acordo para lançar candidato único à vaga na Mesa. Na eleição do último dia dois, Edmar Moreira concorreu como candidato avulso, e o candidato oficial do DEM era o deputado Vic Pires Franco (PA). O partido deve decidir, nesta terça-feira, se mantém a indicação de Vic Pires.

(Agência Câmara)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG