Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Pioneer vai demitir 10 mil e parar de fabricar TV de tela plana

A fabricante de produtos eletrônicos japonesa Pioneer informou nesta quinta-feira que vai cortar 10 mil empregos e parar de fabricar aparelhos de televisão de tela plana. A companhia obteve prejuízo de 26,15 bilhões de ienes (US$ 290,8 milhões) no seu terceiro trimestre fiscal, terminado em 31 de dezembro, prejudicada pela contração da demanda global por seus produtos de áudio e suas televisões de plasma.

Agência Estado |

O grupo afirmou que planeja uma reestruturação global para concentrar suas operações no setor de aparelhos eletrônicos para automóveis até março de 2010.

Para tanto, a empresa planeja reduzir a quantidade de suas unidades de produção em todo o mundo em cerca de 30%, das 30 que possui atualmente. A caminho de seu quinto ano seguido de prejuízos, a Pioneer vai eliminar 6 mil empregos permanentes, ou 16% de sua força de trabalho global de 36,9 mil pessoas. Outros 4 mil empregos temporários também serão cortados.

"Precisamos nos revitalizar, tomando quaisquer medidas que forem necessárias", disse o presidente da Pioneer, Susumu Kotani, em entrevista coletiva em Tóquio. Segundo ele, a empresa ainda avalia o quanto a reestruturação irá custar, mas ele não espera que o grupo volte a ter lucro no ano fiscal que começa em 1 de abril.

Em comunicado, a Pioneer disse que, como parte de sua revitalização, "estuda parcerias financeiras para ampliar nossa posição financeira futura". Quando lhe pediram que comentasse a possibilidade de a Pioneer estreitar os laços com a Sharp, que possui 14% da companhia, Kotani disse que sua empresa poderia estudar a venda de mais ações para a Sharp, caso veja interesse desta. A Pioneer também possui uma fatia de menos de 1% na Sharp. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG