Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

PIB per capita do Brasil cresceu 35,6% em 30 anos, mostra Ipea

RIO - O Produto Interno Bruto (PIB) per capita brasileiro cresceu 35,6% entre 1975 e 2005, resultado superior apenas a África do Sul e Argentina no período, dentro de um grupo de 10 países analisados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O avanço do PIB per capita brasileiro nessas três décadas ficou bem atrás de países como China e Índia, onde o crescimento do indicador atingiu, respectivamente, 896% e 174,3%. Entre os países que superaram o Brasil estão ainda Finlândia, com 88,5%; Estados Unidos, com 88,2%; Espanha, com 85,3%; Alemanha, com 79,8%; e México, com 49%.

Valor Online |

"Apesar do fraco crescimento, o país triplicou o consumo de energia elétrica. Já a China foi mais eficiente: cresceu quase dez vezes, mas aumentou o consumo de energia oito vezes. A Finlândia, com PIB quase dobrado, passou a consumir três vezes mais energia", diz a nota divulgada pelo Ipea.

O Instituto analisou ainda a formação de capital fixo entre 1995 e 2004, com a inclusão da Rússia no grupo analisado. Mais uma vez, o Brasil ficou à frente apenas de Argentina e África do Sul. As conclusões fazem parte do "Comunicado da Presidência nº 15: desenvolvimento e experiências internacionais comparadas", divulgado hoje pelo Ipea.

Entre os dados analisados nos 11 países, o Ipea frisa que as doenças cardiovasculares e os diversos tipos de câncer são as principais causas de morte em 10 países. A exceção é a África do Sul, onde a principal causa de óbitos é a AIDS. O Brasil lidera o ranking de mortes violentas.

Segundo o instituto, o estudo divulgado hoje, com a análise comparada entre diversos países, faz parte da meta do Ipea de apresentar até 2010 uma agenda de desenvolvimento de longo prazo para o Brasil.

(Rafael Rosas | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG