Os mercados da Ásia terminaram o mês com expressiva elevação. A alta em Wall Street e o otimismo dos investidores em virtude dos bons números do PIB do terceiro trimestre dos Estados Unidos determinaram os bons resultados nas bolsas da região nesta sexta-feira.

A Bolsa de Hong Kong encerrou três sessões seguidas de baixa. O índice Hang Seng ganhou 487,88 pontos, ou 2,3%, e terminou aos 21.752,87 pontos - na semana, o índice acumulou queda de 3,7%, mas no mês teve valorização de 3,8%.

As Bolsas da China reagiram bem, mas o volume de negociações continuou fraco, pois alguns fundos estiveram divididos por conta do lançamento da ChiNext, em Shenzhen. O índice Xangai Composto subiu 1,2% e encerrou aos 2.995,85 pontos. Já o Shenzhen Composto ganhou 1% e terminou aos 1.053,97 pontos.

A desvalorização do dólar sobre o euro e outras moedas européias levou o yuan a uma ligeira alta em relação à unidade norte-americana. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8279 yuans, de 6,8280 yuans ontem.

Já a Bolsa de Taipé, em Taiwan, destoou dos demais mercados regionais e fechou em baixa, revertendo os ganhos da sessão da manhã. O índice Taiwan Weighted caiu 0,2%, no quarto declínio seguido, e encerrou aos 7.340,08 pontos - no mês, acumulou queda de 2,3%.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, reverteu os ganhos iniciais e fechou em baixa, apesar dos dados melhores do que o esperado sobre a economia local e a dos EUA e dos robustos resultados de terceiro trimestre divulgados pela Samsung. O índice Kospi baixou 0,3% e fechou aos 1.580,69 pontos.

Na Austrália, o índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney avançou 1,5% e encerrou aos 4.643,2 pontos.

O índice PSE da Bolsa de Manila, nas Filipinas, teve elevação de 1,6% e fechou aos 2.908,50 pontos.

A recuperação em Wall Street reforçada pelo crescimento da economia americana acima do esperado estimulou a Bolsa de Cingapura a fechar em alta, embora dúvidas tenham surgido sobre a sustentabilidade desses ralis nos mercados acionários globais. O índice Straits Times subiu 0,7% e fechou aos 2.651,13 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 1,0% e fechou aos 2.367,70 pontos ajudados pelos ganhos em Wall Street e a valorização da rupia. O índice, entretanto, caiu 4,1% desde o início de outubro devido a realizações de lucros por parte de fundos estrangeiros com aversão ao risco.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc caiu 0,7% e fechou aos 685,24 pontos - terceiro dia consecutivo de queda - revertendo ganhos do começo da sessão por conta de vendas de blue chips a despeito dos fortes desempenhos regionais pela falta de fatores positivos domésticos que estimulassem as compras.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia subiu 0,1% e fechou aos 1.243,23 pontos, avançado devido aos ganhos em Wall Street e nos outros mercados regionais. Realizações de lucros limitaram a alta. As informações são da Dow Jones

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.