A economia da zona do euro (15 países europeus que compartilham a moeda) cresceu menos que o calculado anteriormente no primeiro trimestre deste ano. Na comparação com o quarto trimestre do ano passado, a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) foi de 0,7%; em relação a igual período de 2007, o crescimento foi de 2,1%, segundo a terceira revisão do dado divulgada hoje pela Eurostat, o escritório de estatísticas da União Européia.

No cálculo anterior, a Eurostat havia previsto expansão de 0,8% da economia na comparação trimestral e de 2,2% na comparação anual.

A revisão em baixa não deve ter grande impacto na decisão de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) que, na semana passada, elevou a taxa básica de juros na região em 0,25 ponto porcentual para 4,25% ao ano.

Apesar de o crescimento do PIB ter sido menor, o desempenho da economia no período foi considerado bom, particularmente diante da alta dos preços do petróleo e da reduzida disponibilidade de crédito, além do fortalecimento do euro e da queda na demanda em alguns dos principais mercados exportadores. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.