Recuperação das maiores economias do bloco, Alemanha e França, sofreu desaceleração no período, segundo dados da Eurostat

O PIB da zona do euro e da União Europeia (UE) aumentou 0,2% no primeiro trimestre de 2010 em comparação com os três meses anteriores, segundo dados revisados divulgados nesta quarta-feira pelo escritório de estatística do grupo, o Eurostat.

Em termos anualizados, a economia dos países do euro e dos 27 membros da UE também evoluiu durante o primeiro trimestre do ano (0,6% e 0,5%, respectivamente), em comparação com os retrocessos de 2,1% e 2,3% registrados entre outubro e dezembro de 2009.

Entre os países sobre os quais há dados disponíveis, os que tiveram maiores crescimentos no no primeiro trimestre em comparação com o anterior foram Irlanda (2,7%), Suécia (1,4%) e Portugal (1,1%). Por outro lado, as maiores quedas foram as de Lituânia (-3,9%), Estônia (-2%) e Grécia (-1%).

As grandes economias da UE viram desaceleração de suas recuperações econômicas. A Alemanha teve um aumento trimestral do PIB de 0,2%, o mesmo que o trimestre anterior, mas consideravelmente inferior à expansão de 0,7% registrada no terceiro trimestre de 2009 e de 0,4%, no segundo.

A França, por sua parte, limitou seu avanço a 0,1%, depois do aumento de 0,6% nos últimos três meses de 2009, uma evolução semelhante à do Reino Unido, cuja economia cresceu 0,3%, abaixo da alta de 0,4% no trimestre anterior.

O PIB espanhol diminuiu 1,3% durante os três primeiros três meses de 2010 em comparação com o mesmo período do ano anterior, uma queda anualizada menor que a detectada em 2009, quando o retrocesso se desacelerou progressivamente desde -4,2% do segundo trimestre, passando a -4% no terceiro e -3,1% no quarto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.