Tamanho do texto

A economia italiana teve contração de 1% em 2008, a pior desde 1975, por causa da queda nos investimentos e nos gastos dos consumidores, informou hoje o escritório de estatísticas Istat. Devido à desaceleração econômica, o déficit orçamentário italiano subiu para 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2008, contra 1,5% do PIB no ano anterior.

Em 2008, os investimentos empresariais pesaram em 0,7 ponto porcentual no PIB, enquanto os gastos dos consumidores pesaram 0,5 ponto porcentual. As exportações líquidas contribuíram positivamente com 0,3 ponto porcentual.

A Istat revisou para cima os dados de PIB dos anos anteriores. Em 2007, a economia italiana cresceu 1,6%, contra estimativa anterior de 1,5%. A expansão em 2006 foi revisada para 2%, de 1,8%. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.