CINGAPURA, 15 de abril (Reuters) - As principais bolsas asiáticas subiram nesta quinta-feira, com o crescimento chinês e o bom desempenho de empresas de tecnologia e financeiras nos Estados Unidos dando força ao apetite por risco.

O índice MSCI que acompanha as bolsas da região da Ásia Pacífico exceto Japão subia 0,18 por cento, para 439 pontos, próximo à máxima em dois anos.

" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

PIB Chinês e balanços impulsionam bolsas asiáticas

CINGAPURA, 15 de abril (Reuters) - As principais bolsas asiáticas subiram nesta quinta-feira, com o crescimento chinês e o bom desempenho de empresas de tecnologia e financeiras nos Estados Unidos dando força ao apetite por risco.

O índice MSCI que acompanha as bolsas da região da Ásia Pacífico exceto Japão subia 0,18 por cento, para 439 pontos, próximo à máxima em dois anos.

Reuters |

CINGAPURA, 15 de abril (Reuters) - As principais bolsas asiáticas subiram nesta quinta-feira, com o crescimento chinês e o bom desempenho de empresas de tecnologia e financeiras nos Estados Unidos dando força ao apetite por risco.

O índice MSCI que acompanha as bolsas da região da Ásia Pacífico exceto Japão subia 0,18 por cento, para 439 pontos, próximo à máxima em dois anos.

O índice Nikkei da bolsa de TÓQUIO fechou com ganhos de 0,61 por cento, para 11.273 pontos.

O setor de energia foi o destaque de alta, depois que os preços do petróleo subiram mais de 2 por cento no overnight, impulsionados por uma queda inesperada nos estoques nos Estados Unidos.

"Provavelmente há catalisadores suficientes para nos manter subindo, pressupondo que os resultados estão sólidos como se esperava", disse Cameron Peacock, analista na IG Markets.

O crescimento econômico anual chinês acelerou no primeiro trimestre para 11,9 por cento, maior ritmo desde 2007, beneficiando-se de uma base de comparação fraca no ano passado e pelos correntes estímulos econômicos, acima da expectativa do mercado.

A China tem puxado a recuperação econômica global em meio à persistente fraqueza nas economias ocidentais, e sua demanda por matérias-primas tem sustentado o rali no mercado de commodities.

"Para aqueles que procuravam um ajuste iminente na taxa de juros, isso aponta para uma medida monetária na direção de uma valorização do iuan", disse Glenn Maguire, economista-chefe de Ásia no Société Générale.

O índice Hang Seng da bolsa de HONG KONG fechou com alta de 0,16 por cento, para 22.157 pontos. TAIWAN teve valorização de 0,92 por cento, para 8.171 pontos.

O mercado SUL-COREANO ganhou 0,49 por cento, para 1.743 pontos.

A AUSTRÁLIA fechou com alta de 0,15 por cento, a 5.001 pontos.

Já XANGAI fechou com variação negativa de 0,04 por cento, a 3.164 pontos. O forte crescimento econômico levantou temores de um aperto monetário.

CINGAPURA teve leve queda de 0,09 por cento, a 3.016 pontos.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG