Tamanho do texto

SÃO PAULO - A economia brasileira deve crescer 6,06% em 2010, acreditam os analistas financeiros consultados pelo Banco Central (BC) no Boletim Focus mais recente, divulgado nesta segunda-feira. A projeção é pouco melhor do que aquela contida no relatório anterior, de expansão de 6%.

SÃO PAULO - A economia brasileira deve crescer 6,06% em 2010, acreditam os analistas financeiros consultados pelo Banco Central (BC) no Boletim Focus mais recente, divulgado nesta segunda-feira. A projeção é pouco melhor do que aquela contida no relatório anterior, de expansão de 6%. Em 2011, o Produto Interno Bruto (PIB) deve ter ampliação de 4,5%. O saldo comercial neste ano deve ser superavitário em US$ 12,24 bilhões, e não em US$ 12 bilhões como o esperado antes. A conta corrente deve ter déficit de US$ 49,90 bilhões, em vez de US$ 50 bilhões. Para a entrada de investimento estrangeiro direto, a estimativa foi conservada em US$ 38 bilhões. Os agentes sondados pelo BC preveem ainda elevação de 9,54% para a produção industrial em 2010, superior aos 9,5% contemplados no documento passado. (Juliana Cardoso | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.