Economia teve no segundo trimestre o crescimento mais acelerado desde a reunificação do país, em 1990

selo

A economia da Alemanha teve no segundo trimestre o crescimento mais acelerado desde a reunificação do país, em 1990. O Escritório Federal de Estatísticas (Destatis) informou que o PIB cresceu 2,2% em termos reais na comparação com o trimestre anterior e 3,7% sobre o mesmo período de 2009. A previsão de consenso dos economistas era de um crescimento de 1,4% no trimestre e de 2,6% em relação ao segundo trimestre do ano passado. 

O Escritório também revisou para cima sua estimativa de crescimento do PIB no primeiro trimestre, que ficou em 0,5% em relação ao trimestre anterior, ante a estimativa anterior de 0,2%. 

A principal contribuição para a expansão da economia veio das exportações e dos investimentos, mas o consumo estatal e até o consumo privado fizeram contribuições positivas, disse o Destatis. Os dados confirmam um quadro de forte recuperação a partir de um primeiro trimestre prejudicado pelo clima. 

O ministro da Economia, Rainer Bruederle, disse num comunicado que os novos dados para o primeiro semestre do ano "colocam no território do possível um crescimento bem superior a 2% em 2010". Até agora, o governo previa crescimento de 1,5%. Bruederle afirmou ainda que os números divulgados nesta sexta-feira justificam a decisão do governo de apressar o corte do déficit orçamentário, por meio do encerramento dos pacotes de estímulos criados para apoiar a demanda e evitar a recessão. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.