Bruxelas, 26 jan (EFE).- O grupo holandês de eletrônica Philips anunciou hoje perdas de cerca de 1,470 bilhão de euros no último trimestre de 2008 e confirmou que cortará em 2009 cerca de 6.

000 postos de trabalho no mundo todo.

Trata-se da primeira vez em cinco anos que o gigante da eletrônica registra perdas trimestrais e o faz apesar de suas vendas no setor médico terem aumentado 9% entre outubro e dezembro, segundo indicou em comunicado.

O presidente de Philips, Gérard Kleisterlee, confirmou em entrevista coletiva que a empresa promoverá ao longo deste ano o corte de pessoal que tinha anunciado recentemente. EFE mvs/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.