Nova York, 4 mai (EFE).- A empresa farmacêutica Pfizer informou hoje que no primeiro trimestre de 2010 lucrou US$ 2,026 bilhões, quantia 26% inferior a de um ano atrás, quando ainda não tinha adquirido a Wyeth.

Nova York, 4 mai (EFE).- A empresa farmacêutica Pfizer informou hoje que no primeiro trimestre de 2010 lucrou US$ 2,026 bilhões, quantia 26% inferior a de um ano atrás, quando ainda não tinha adquirido a Wyeth. Pfizer, com sede em Nova York, assinalou que o lucro por ação no primeiro trimestre do ano foi de US$ 0,25, frente aos US$ 0,40 obtido na mesma data do ano anterior, quando acumulou um lucro líquido de US$ 2,729 bilhões. No primeiro trimestre deste ano sua receita foi de US$ 16,750 bilhões, 54% a mais que no mesmo período de 2009, quando alcançaram US$ 10,867 bilhões. A farmacêutica atribuiu esse cenário ao impacto da aquisição da Wyeth. Assinalou que as vendas dos produtos de Wyeth representaram um aumento nas receitas de US$ 5,3 bilhões, 48% a mais que um ano atrás, e apontou que se beneficiou dos efeitos favoráveis da mudança de divisas, que permitiram um aumento das receitas de 7%. O executivo-chefe do gigante farmacêutico, Jeffrey Kindler, assinalou mediante um comunicado de imprensa que os resultados deste primeiro trimestre do ano "demonstram a capacidade da empresa para produzir resultados sólidos em um entorno econômico desafiante, além de acrescentar valor para os acionistas com a aquisição de Wyeth". Por sua vez, o diretor financeiro da empresa, Frank D'Amelio, assinalou que a farmacêutica espera reduzir suas receitas em US$ 300 milhões neste ano como consequência do impacto da nova legislação sanitária americana. Pfizer, no entanto, prevê que seu ganho por ação se mantenha neste ano entre US$ 0,95 e US$ 1,10, e que sua receita alcance US$ 68 bilhões. Esta farmacêutica, que fechou 2009 com um ganho de US$ 8,635 bilhões, completou em outubro a aquisição por US$ 67 bilhões de sua rival Wyeth, o que permitiu diversificar e ampliar seus produtos. Após a abertura da bolsa nova-iorquina, as ações da Pfizer, que está no Dow Jones, aumentavam seu valor em 2,72% aos US$ 17,37. EFE emm/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.