O grupo farmacêutico americano Pfizer fechou um acordo de princípio no domingo para a aquisição da concorrente Wyeth por 68 bilhões de dólares, no que seria a maior fusão nos Estados Unidos desde 2006, informa o jornal New York Times.

A união entre os dois gigantes farmacêuticos americanos, que deve ser anunciada oficialmente nesta segunda-feira, criaria um colosso avaliado em US$ 75 bilhões, com uma carta de medicamentos que incluem o anticolesterol Lipitor - do qual a Pfizer perde a exclusividade em 2011 - e a vacina pediátrica Prevnar da Wyeth.

A Pfizer teria conseguido o empréstimo de 25 bilhões de dólares com cinco bancos. O restante da transação seria financiado por reservas de liquidez da empresa e uma troca de ações.

A oferta coloca o preço por ação da Wyeth em 50,19 dólares, uma valorização de 29% em relação ao fechamento de quinta-feira, quando o Wall Street Journal revelou as negociações.

afp/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.