Pelo menos 19 pessoas já foram presas durante a Operação Costeira, deflagrada pela Polícia Federal do Rio Grande do Sul hoje visando desarticular seis quadrilhas que atuavam ilegalmente no Sistema Financeiro Nacional. De acordo com a PF, as quadrilhas promoviam, a partir dos municípios de Porto Xavier, Porto Mauá e São Borja, operações irregulares de câmbio, além da internação ou remessa clandestina de divisas pela fronteira do país com o Uruguai e a Argentina, atingindo uma movimentação de moeda estrangeira estimada em aproximadamente R$ 5 milhões no período da investigação.

A operação policial é fruto de investigações promovidas nos últimos seis meses e conta com o apoio e participação da Receita Federal do Brasil e da Brigada Militar (a Polícia Militar gaúcha). Ainda não foi divulgado o total de mandados de prisão e de busca e apreensão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.