Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

PF indicia 21 suspeitos na Operação Ouro Verde

A Polícia Federal (PF) indiciou 21 pessoas suspeitas de se beneficiarem de esquema ilícito para remeter dinheiro ao Exterior. O novo balanço foi divulgado hoje pela corporação.

Agência Estado |

A Operação Ouro Verde, na qual um dos indiciados é o técnico do Grêmio, Celso Roth, foi desencadeada em março do ano passado para desbaratar um esquema de fraude contra o sistema financeiro nacional a partir da criação de um sistema bancário paralelo.

Conforme o chefe do Grupo de Repressão a Crimes Financeiros da PF no Rio Grande do Sul, delegado Alexandre Isbarrola, as investigações começaram em julho do ano passado. "Foram feitas inúmeras diligências no inquérito e chega o momento em que as pessoas que são investigadas são chamadas a prestar esclarecimento e explicar aquelas operações que envolvem o nome delas", disse.

O nome da operação é uma referência aos dólares que supostamente eram enviados para fora do País ilegalmente. Conforme apurado pela PF, a organização criminosa investigada funcionaria como se fosse um sistema bancário paralelo. A quadrilha realizaria operações financeiras - empréstimos e aplicações - sem comunicar o Banco Central (BC) e intermediaria compras no Exterior, sem o recolhimento de impostos. O esquema estaria funcionando há mais de uma década.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG