PARIS - A PSA Peugeot-Citroen, segunda maior montadora de veículos da Europa, anunciou uma nova onda de corte de empregos e previu que a queda de vendas na Europa deve continuar em 2009.

A empresa, que está atrás somente da Volkswagen em número de vendas na Europa, informou em um comunicado que planeja cortar 2,7 mil empregos em fábricas na França, onde até 2007 tinha uma força de trabalho de 114 mil funcionários.

A montadora previu uma queda de vendas de 17% no último trimestre deste ano nos principais mercados europeus e de pelo menos 10% em 2009.

Em outubro, a companhia cortou a perspectiva de lucratividade em 2008 e anunciou um "maciço" corte de produção para combater a crise nas vendas que está atingindo as montadoras.

O diretor de recursos humanos da Peugeot, Jean-Luc Vergne, afirmou que a companhia tinha de agir ou ficaria sob risco de colocar em perigo o futuro dos 200 mil empregos da montadora.

Leia também:

Leia mais sobre montadoras

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.