Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petrolíferas chinesas sofrem perdas milionárias no primeiro semestre

Pequim, 22 jul (EFE).- A PetroChina e a Sinopec, as duas maiores companhias petrolíferas da China, sofreram perdas avaliadas em US$ 837,3 milhões na primeira metade de 2008, em função do aumento dos preços do petróleo e de seus custos de produção, informou hoje a agência estatal Xinhua.

EFE |

As perdas das duas principais petrolíferas do gigante asiático são 47,9% maiores que as do mesmo período do ano passado.

Analistas de mercado citados pela "Xinhua" disseram que estas perdas foram causadas pela política do Governo chinês de preços fixos para a gasolina, o que impediu as companhias petrolíferas estatais de subir o preço relativo ao barril estrangeiro refinado e vendido a consumidores nacionais.

No entanto, o Governo aumentou em junho os preços da gasolina e do diesel 16% e 18%, respectivamente.

Segundo a Sinopec, este aumento ajudou a aliviar as perdas, mas não foi suficiente devido à diferença abismal entre os preços fixados pelo Governo e os do petróleo no mercado mundial.

Os preços do petróleo subiram 50% desde novembro, e atualmente beiram os US$ 130 por barril. EFE jt/mh

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG