Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo WTI cai para menos de US$ 135; preço é o menor em três semanas

Nova York, 16 jul (EFE).- Os contratos para agosto do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve), os de referência nos Estados Unidos, fecharam hoje com uma queda de US$ 4,14 em Nova York, cotados a US$ 134,6 o barril (159 litros), seu menor preço desde 25 de junho.

EFE |

A desvalorização registrada nesta quarta se soma à de ontem, quando o WTI, em um só dia, teve sua menor queda em 17 anos, de US$ 6,44.

Segundo analistas, os preços voltaram a cair hoje por causa do anúncio de que as reservas de petróleo nos Estados Unidos aumentaram em três milhões de barris durante a semana passada, contrariando a previsão de especialistas, que esperavam uma diminuição de 1,6 milhão de unidades.

Segundo o Departamento de Energia dos Estados Unidos, os estoques de petróleo subiram 1% em relação à semana anterior, para 296,9 milhões de barris, volume que, no entanto, é um 15,1% menor que o de um ano atrás.

Por causa da baixa dos últimos pregões, o WTI já está US$ 13 mais barato que no final da semana passada, quando chegou a ser negociado pela cotação recorde de US$ 147,27.

Quanto à gasolina, cujas reservas aumentaram em 2,4 milhões de barris, para 214,2 milhões de unidades, os contratos para agosto caíram 11 centavos, para US$ 3,27 o galão (3,78 litros).

Já o aumento de 3,2 milhões de barris (+2,6%) nos estoques do gasóleo de calefação, que atingiram 125,7 milhões de unidades, fez os contratos do combustível com vencimento em agosto caíram 7,8 centavos, para US$ 3,84 o barril.

Quanto ao gás natural, os contratos para o mesmo mês encerraram o dia negociados a US$ 11,39 por mil pés cúbicos, depois de terem caído 7,9 centavos. EFE mgl/sc

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG