Os preços do petróleo fecharam em alta nesta sexta-feira em Nova York, depois de duas sessões de forte baixa e de uma breve passagem sob a marca dos 60 dólares, graças, principalmente, ao salto em Wall Street.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril de 'light sweet crude' para entrega em dezembro terminou cotado a 60,04 dólares, um aumento de 27 centavos em relação ao fechamento de quinta-feira.

O barril de 'light sweet crude' perdeu quase 10 dólares em duas sessões, na quarta e quinta-feira, depois da divulgação de relatórios do Departamento americano da Energia (DoE) e da Agência Internacional da Energia (AIE) alertando para uma forte redução do consumo.

Em Londres, o Brent do mar do Norte com o mesmo vencimento manteve seu preço quase estável, perdendo 8 centavos, com o barril negociado a 57,35 dólares.

"O mercado está testando o limite inferior da faixa de preços, onde tem evoluído nos últimos tempos entre 60 e 80 dólares", constatou John Kilduff, da MF Global.

Antes da abertura desta sexta-feira, o barril caiu, pela primeira vez desde março de 2007, abaixo da marca de 60 dólares, antes de terminar em leve alta.

"Podemos esperar que a situação da demanda de petróleo se estabilize", acrescentou o analista.

A alta dos mercados foi registrada no momento da publicação de um relatório sobre o emprego nos Estados Unidos, apontando para a pior taxa de desemprego dos últimos 14 anos no país.

"Se continuarmos a ver um aumento do desemprego e anúncios incessantes de demissões, a demanda de petróleo e os preços ficarão sob pressão", avisou Andy Lipow, da Lipow Oil Associates.

mla/yw/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.