Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo volta a cair em Nova York

Os preços do petróleo voltaram a recuar nesta terça-feira em Nova York, apesar da continuação da ofensiva de Israel na Faixa de Gaza.

AFP |

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril de 'light sweet' para entrega em fevereiro fechou em 39,03 dólares, uma baixa de 99 centavos em relação ao fechamento de segunda-feira.

Na véspera, a commodity chegou a ganhar 2,31 dólares, com o mercado preocupado com a degradação da situação no Oriente Médio.

O Exército de Israel prosseguia nesta terça-feira com suas operações aéreas na Faixa de Gaza. Quase 370 palestinos, entre os quais cerca de 60 civis, morreram desde sábado, dia do início da ofensiva.

"Não há petróleo" nesta zona, lembrou Adam Sieminski, analista do Deutsche Bank. "O conflito só poderia ter um impacto no mercado do petróleo se acontecesse alguma coisa entre Israel e o Irã, o que parece pouco provável por enquanto", explicou.

O Irã é o segundo maior exportador de ouro negro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

"O mercado permanece sob pressão", afirmou o analista independente Ellis Eckland, para quem "os altos estoques de produtos derivados do petróleo" e a degradação da economia mundial pesam sobre a demanda.

Para os investidores, será anunciado na quarta-feira, dia da publicação das estatísticas semanais, um novo aumento dos estoques de produtos petrolíferos nos Estados Unidos.

Os preços do óleo perderam mais de 75% de seu valor desde o pico de mais de 147 dólares o barril registrado no mês de julho.

gmo/yw

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG