Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo volta a aumentar em Nova York

Os preços do petróleo voltaram a aumentar nesta segunda-feira em Nova York, depois de registrarem uma queda de mais de 16 dólares na semana passada, num momento em que a tempestade tropical Dolly entrou no Golfo do México e que a comunidade internacional endureceu novamente o tom com o Irã.

AFP |

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do 'light sweet' para entrega em agosto ganhou 2,16 dólares em relação à sessão de sexta-feira, fechando em 131,04 dólares.

Em Londres, o barril de Brent para entrega em setembro ganhou 2,42 dólares, fechando em 132,61 dólarres.

"A meteorologia e a geopolítica contribuíram para o aumento dos preços", resumiu Mike Fitzpatrick, da MF Global.

Poupado até então, o Golfo do México, onde estão concentradas cerca de 25% das instalações petroleiras americanas, sofre atualmente com a passagem de Dolly, a terceira tempestade tropical da temporada.

De acordo com o Centro Nacional dos Furacões (NHC, sigla em inglês), com sede em Miami, Dolly estava no Golfo do México, 765 km ao sudeste das costas do Texas, nesta segunda-feira às 14H00 de Brasília.

"A tempestade poderia se transformar em furacão antes de amanhã (terça-feira)", advertiu o NHC em comunicado.

Os preços do petróleo também aumentaram devido às tensões geopolíticas com o Irã, quarto produtor mundial de ouro negro.

O Irã tem agora duas semanas para responder à proposta de "congelamento mútuo" emitida pelos seis países envolvidos nas negociações (Estados Unidos, Rússia, China, França, Grã-Bretanha e Alemanha). Segundo a proposta, os iranianos manteriam o enriquecimento de urânio em seu nível atual, e os seis países se comprometeriam a não endurecer as sanções existentes.

O Irã precisa responder à proposta, para não se expor a "medidas de retaliação", avisou nesta segunda-feira a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice.

gmo/yw/sd

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG