Nova York, 3 fev (EFE).- O barril de Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou hoje em alta de 1,75%, para US$ 40,78 em Nova York, com os operadores à espera das informações na quarta-feira sobre os novos dados sobre as reservas nos Estados Unidos.

Ao término da sessão regular na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos do WTI para entrega em março subiam US$ 0,70, recuperando assim parte do perdido na segunda-feira.

Os contratos de gasolina para março ficaram US$ 0,01 mais caros, a US$ 1,16 por galão (3,78 litros).

O gasóleo de calefação para entrega nesse mês caiu US$ 0,02, e fechou a US$ 1,32 o galão.

Já os contratos de gás natural para março perderam US$ 0,04, para US$ 4,51 por mil pés cúbicos.

O preço do petróleo se movimentou hoje dentro de margens curtas em comparação com o dia anterior, e finalmente conseguiu reverter a tendência de baixa que tinha mostrado na segunda-feira.

Os operadores receberão na quarta-feira os cálculos mais recentes do Departamento de Energia (DOE) dos EUA relativos às reservas de petróleo e combustíveis, e sobre a evolução da demanda no país, que se manteve há meses abaixo dos níveis do ano anterior.

A queda do consumo de combustíveis favoreceu o aumento das reservas armazenadas de gasolina e outros produtos, assim como de petróleo.

A última avaliação divulgada pelo DOE, que corresponde à semana que terminou em 23 de janeiro, refletiu uma alta de 6,2 milhões de barris nas reservas de petróleo, o que deixou o total 15,5% acima do nível registrado há um ano.

Analistas consultados pela empresa de informação de energia Platts acreditam que os dados do DOE poderiam refletir um aumento em torno de três milhões de barris nas reservas de petróleo. EFE vm/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.