Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo tem queda em NY por preocupação com demanda e economia

NOVA YORK (Reuters) - Os futuros do petróleo negociados nos Estados Unidos tiveram queda de mais de 5 por cento na quinta-feira devido a estimativas desanimadoras sobre a demanda global feitas pela Opep, notícias pessimistas sobre a economia e a alta dos estoques. A Organização dos Países Exportadores de Petróleo disse nesta quinta-feira que a demanda mundial por petróleo vai se contrair mais do que o esperado neste ano e o enfraquecimento da economia pode afetar o consumo.

Reuters |

Em relatório mensal, a Opep afirmou que avalia que a demanda cairá em 180 mil barris por dia em 2009, 30 mil bpd a mais na comparação com a previsão anterior.

Por sua vez, o número de trabalhadores nos Estados Unidos que entraram com pedidos de auxílio-desemprego na última semana voltou a subir, depois de uma breve desaceleração por conta dos feriados, mostraram dados do governo, sugerindo que a recessão está se aprofundando.

O contrato fevereiro, que vence na terça-feira, atingiu uma nova mínima, o menor nível desde que os preços chegaram ao menor patamar de 2008, de 32,40 dólares em 19 de dezembro.

"Após o relatório baixista de estoques de ontem, recebemos mais notícias econômicas terríveis, e a percepção é a de que 2009 não resultará em nenhuma mudança significativa, aumentando o sentimento de que isso poderá acontecer só em 2010", disse o analista Jim Wyckoff, presidente da jimwyckoff.com.

Na bolsa de Nova York, o contrato fevereiro teve queda de 1,88 dólar, ou 5,04 por cento, cotado a 35,40 dólares a tonelada, tendo sido negociado entre 33,20 e 37,99 dólares.

Em Londres, o fevereiro do brent venceu com queda de 0,39 dólar, ou 0,87 por cento, a 44,69 dólares o barril.

(Por Gene Ramos e Robert Gibbons)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG