NOVA YORK (Reuters) - Os futuros do petróleo nos Estados Unidos subiram mais de um dólar por barril nesta segunda-feira, seguindo as altas das bolsas mundiais, sem refletir a decisão da Opep de não cortar ainda mais a produção. Com a Opep agora atrás dos mercados, acreditamos que a decisão da Opep de não cortar a produção é um sinal de força, não de fraqueza, disse Chris Jarvis, analista sênior da Caprock Risk Management, em New Hampshire.

O petróleo caiu 100 dólares após o recorde de 147 dólares por barril, em julho do ano passado, com a queda na demanda pelo produto devido a crise econômica mundial.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) se reuniu no domingo e decidiu não cortar novamente a produção, mas se esforçar para o cumprimento de cortes já acertados, que somam 4,2 milhões de barris por dia desde setembro.

Na Nymex, o petróleo para entrega em abril subiu 1,10 dólar, a 47,35 dólares por barril.

Em Londres, o petróleo tipo Brent para entrega em abril, que expira na segunda-feira, caiu 0,95 dólar, a 43,98 dólares por barril.

(Reportagem de Edward McAllister)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.