SÃO PAULO - A paridade do dólar frente a outras moedas e as preocupações com as relações entre Estados Unidos e Rússia contribuem para a elevação dos preços do petróleo nesta jornada.

O acerto entre americanos e poloneses sobre a instalação de um escudo de defesa antimísseis dos EUA em território polonês alimenta as preocupações de que a Rússia possa interromper o fluxo de petróleo.

Ontem, na assinatura do acordo, a secretária de Estado americano, Condoleezza Rice, citou a preocupação de Washington com as ambições nucleares do Irã como um dos motivos para o programa antimíssil.

A Rússia considera o escudo uma ameaça para a própria segurança do país. Na semana passada, um general russo disse que, ao aprovar o acordo, a Polônia estava abrindo suas portas para um potencial ataque nuclear russo.

Em Londres minutos atrás, o Brent para outubro subia US$ 5,15, a US$ 119,51. O vencimento de novembro estava a US$ 120,79, com elevação de US$ 5,06.

Em Nova York, o WTI para entrega em outubro estava a US$ 120,67, com alta de US$ 5,11. O contrato de novembro era transacionado a US$ 5,12, a US$ 121,15.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.