Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo sobe mais de US$ 6 em NY após anúncio do governo dos EUA

SÃO PAULO - Os preços do petróleo superaram a marca de US$ 100 por barril nesta jornada, em meio à retomada de confiança por parte dos investidores, devido ao plano em estudo pelo governo para dar conta da crise no setor financeiro. O contrato de WTI negociado para outubro em Nova York fechou em alta de US$ 6,67, para US$ 104,55. O contrato para o mês seguinte subiu US$ 5,21, para US$ 102,75.

Valor Online |

Em Londres, o barril de Brent para novembro avançou US$ 4,42, para US$ 99,61. O vencimento para dezembro fechou a US$ 100,79, para US$ 4,38.

Conforme comunicado hoje pelo secretário do Tesouro dos EUA, Henry Paulson, o governo pretende criar uma empresa para abrigar todos os ativos e bancos podres no sistema financeiro americano, de modo a atacar o coração da crise em andamento. A idéia é desembolsar centenas de bilhões de dólares, incluindo dinheiro do contribuinte norte-americano.

Com o anúncio, o humor dos investidores melhorou bastante, as ações do setor bancário voltaram a subir e a percepção dos agentes foi mais otimista. Assim, as piores previsões em torno de uma recessão e recuo de demanda sofreram um ajuste hoje, o que explica a alta dos preços da commodity.

Desde o início desta semana, o produto vinha sendo corrigido moderadamente para cima, visto como uma alternativa de proteção em relação à crise, um segmento de fuga dos investidores que estavam posicionados em ativos de risco como o acionário.

Embora o efeito seja o mesmo para motivos tão divergentes, o fato é que neste pregão prevaleceu a melhora de perspectivas para todos os mercados e os agentes focaram menos no estreitamento do consumo da maior economia do mundo e tiveram mais confiança num plano que ponha ponto final na crise financeira.

"(Valor Online, com agências internacionais)"

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG