Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo sobe mais de US$ 4 por queda no estoque de gasolina dos EUA

SÃO PAULO - Os preços futuros do petróleo saltaram mais de US$ 4 por barril hoje no mercado internacional após o Departamento de Energia dos Estados Unidos ter apontado uma baixa de 3,53 milhões de barris nos estoques americanos de gasolina, o que contrariou as expectativas dos agentes, que esperavam um aumento de pelo menos 400 mil barril no período.

Valor Online |

O contrato de WTI negociado para o mês de setembro em Nova York subiu US$ 4,58, para US$ 126,77. O vencimento para o mês seguinte fechou a US$ 127,20, com aumento de US$ 4,46. Em Londres, o barril de Brent para setembro saltou US$ 4,39, para US$ 127,10, e o contrato para outubro terminou valendo US$ 128,11, com valorização de US$ 4,32 em relação ao pregão anterior.

Os números de levantamento de estoques dos EUA acabaram anulando a análise de que haveria uma retração do consumo nos EUA diante dos altos preços dos combustíveis. Essa avaliação vinha sustentando a redução das cotações do produto nos últimos dias, assim como a valorização do dólar frente ao euro. Ainda assim o relatório americano mostrou hoje que o consumo de combustíveis ficou em cerca de 20,2 milhões de barris diários nas últimas quatro semanas, nível 2,4% menor do que o verificado no mesmo intervalo do ano passado.

Assim, a reação do mercado se deve sobretudo à surpresa com a queda, depois de cinco semanas seguidas de elevação dessas reservas. O levantamento mostrou ainda uma baixa de 81 mil barris nos estoques de óleo cru e aumento de 2,4 milhões de barris nas reservas de destilados.

Os agentes levaram em conta também um relatório da Goldman Sachs em que o banco de investimentos prevê que o barril de petróleo deve retomar os níveis de US$ 149 até o final deste ano, pois embora a demanda esteja mais retraída, ela não foi destruída pelos preços recordes.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG