Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo sobe mais de 10% em Londres e NY

Os contratos futuros de petróleo, negociados no mercado internacional, disparam mais de 10% tanto em Londres quanto em Nova York, com os analistas citando o que parece ser o início de uma fraqueza prolongada do dólar ante as principais moedas estrangeiras e uma situação de short squeeze - quando os preços no mercado futuro sobem significativamente e obrigam os investidores a comprarem contratos para cobrir posições e evitar perdas. Além disso, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) está ganhando alguma credibilidade junto ao mercado e os investidores que estavam vendidos estão revendo sua estratégia, pois agora avaliam que o cartel pode estar considerando um corte na oferta da matéria-prima (commodity).

Agência Estado |

Na semana passada, o petróleo ameaçou cair abaixo de US$ 40 por barril, com os investidores apostando que uma Opep ineficaz seria incapaz de conter a queda dos preços para US$ 25 o barril. Agora, eles não têm mais certeza desse cenário.

Por volta das 16h40 (de Brasília), o contrato futuro do petróleo tipo WTI com vencimento em janeiro de 2009 subia 11,01% a US$ 48,31 o barril, na sessão eletrônica da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex). Na Bolsa Intercontinental, em Londres, o contrato futuro do petróleo tipo Brent com mesmo vencimento avançava 12,71% a US$ 47,79 o barril. No mercado internacional de moedas, o euro ganhava 2,39% contra o dólar, cotado a US$ 1,3359. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG