Os contratos futuros de petróleo, negociados no mercado internacional, operam em alta hoje, ajudados pela melhoria dos mercados financeiros de modo geral. O detalhamento do plano dos Estados Unidos para ajudar o setor financeiro também contribui para o sentimento.

Os participantes do mercado, no entanto, ainda estão cautelosos e alertam que os esforços de resgate recentes anunciados pelos governos de todo o mundo alteram pouco a perspectiva econômica ainda negativa que poderá prejudicar a demanda pelo petróleo.

"O petróleo está altamente correlacionado com os mercados de ações, e os pacotes de ajuda melhoraram o sentimento", disse um operador de Londres. "Eu acho, no entanto, que esse rally no complexo de energia terá vida curta. O impacto da economia real irá diminuir a demanda."

Os operadores também vão esperar até quinta-feira (dia 16) pelos dados semanais sobre estoques de petróleo e derivados nos EUA. Um aumento dos estoques e a confirmação de encolhimento da demanda naquele país poderão inverter a alta dos preços dos contratos. "Eu acho que se registrarmos aumentos de estoques e mais quedas de demanda, sofreremos uma grande reversão", disse um operador de matéria-prima (commodities) de Londres.

Às 10 horas (de Brasília), o contrato futuro do petróleo tipo WTI com vencimento em novembro subia 3,09%, para US$ 83,70 o barril, na sessão eletrônica da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês). Em Londres, o contrato do petróleo tipo Brent com mesmo vencimento avançava 3,09% a US$ 79,85 o barril. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.