Os preços dos contratos futuros de petróleo fecharam em alta na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês) e na ICE Futures, em linha com os ganhos do mercado de ações norte-americano diante da queda menor que a prevista nas vendas de imóveis residenciais usados nos EUA. Contudo, os ganhos foram temperados pelas preocupações sobre se a União Europeia (UE) poderá alcançar um acordo para um pacote de socorro financeiro para a Grécia, o que contribuiu para um fortalecimento no dólar.

Na Nymex, os contratos de petróleo com vencimento em maio subiram US$ 0,31 (0,38%) e fecharam a US$ 81,91 por barril. Incluindo as transações do sistema eletrônico, a mínima foi de US$ 80,85 e a máxima de US$ 82,20. Na ICE Futures, perto do horário de fechamento, os contratos de petróleo Brent para maio avançavam US$ 0,14 (0,2%) para US$ 80,68 por barril.

Pela manhã, a Associação Nacional dos Corretores de Imóveis (NAR, na sigla em inglês) mostrou que as vendas de imóveis residenciais usados nos EUA caíram 0,6% em fevereiro, diante de uma expectativa de declínio de 2% dos analistas. As ações ganharam impulso após o dado e o petróleo seguiu o mesmo caminho. Mas os dados do setor de moradia não "geraram impulso suficiente" para permitir que o petróleo se sustentasse acima dos US$ 82 por barril, disse Mike Fitzpatrick, vice-presidente de energia da MF Global em Nova York. Isto sugere "ceticismo com relação a recuperação econômica", acrescentou.

Os futuros de petróleo vêm oscilando dentro de uma faixa de US$ 77 a US$ 83 por barril, com os investidores ainda nervosos sobre o vigor da recuperação econômica. O petróleo também falhou em manter grande parte de seus ganhos em virtude das persistentes preocupações sobre os problemas da dívida soberana da Grécia, disse Mark Waggoner, presidente da Excel Futures. Existe uma incerteza sobre se os líderes da UE vão anunciar um pacote de ajuda para a Grécia quando se reunirem em Bruxelas na quinta e sexta-feira.

A atenção do mercado agora se volta para os dados semanais dos estoques comerciais de petróleo e derivados dos EUA. O American Petroleum Institute (API) divulga seu relatório no final da tarde, enquanto os dados do Departamento de Energia saem no final da manhã desta quarta-feira. O foco dos investidores está migrando para os estoques de gasolina, uma vez que os EUA começam a se preparar para a temporada de férias de verão no Hemisfério Norte, tradicionalmente o período de maior consumo do combustível. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.