Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo sobe 6% com previsão de corte de juros

Os contratos futuros do petróleo operam em forte alta hoje, de mais de 6% tanto em Londres quanto em Nova York, enquanto os investidores aguardam uma série de cortes nas taxas de juros por bancos centrais. Às 11h25 (de Brasília), o contrato futuro do petróleo tipo WTI com vencimento em dezembro subia 6,07%, para US$ 66,54 o barril, na sessão eletrônica da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês).

Agência Estado |

Em Londres, o contrato do petróleo tipo Brent com mesmo vencimento avançava 6,65%, para US$ 64,30 o barril.

O avanço no mercado de ações americano na sessão de ontem, quando o índice Dow Jones subiu mais de 10%, amparado pelas expectativas de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) deve anunciar um corte na taxa de juros, e a alta no índice Nikkei hoje, de 7,7%, estimulada pela notícia de uma possível redução nas taxas de juros do Japão, deram suporte ao petróleo no pregão noturno. As principais bolsas européias, que também operam em território positivo, permitiram que a matéria-prima (commodity) desse continuidade ao avanço.

A perspectiva de corte de juros pela União Européia (UE) e pelo Reino Unido ajuda a melhorar o sentimento do mercado, mas alguns investidores continuam cautelosos em afirmar que o petróleo está a caminho de uma recuperação duradoura nos preços devido aos temores recorrentes a respeito das condições da economia real e da demanda pela commodity.

"O corte significativo em todos estes bancos centrais pode certamente melhorar o sentimento e os preços do petróleo", disse Michael Davies, diretor de pesquisas da Sucden Research em Londres. "Mas levando em consideração que leva tempo até que o afrouxamento da política monetária surta algum efeito, ainda não está claro se os cortes sustentarão os preços do petróleo". As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG